• 10/11/2017

    Cirurgia plástica no nariz: conheça os principais tipos

    Os contornos do nariz têm bastante influência sobre o formato do rosto. Por isso, algumas pessoas se sentem incomodadas quando o acham muito saliente, largo ou percebem alguma outra imperfeição. Para cada caso há uma indicação específica que deve ser analisada juntamente com o médico. As possibilidades de correção são muitas, conheça as principais:

     

    1. Rinoplastia de redução: esse tipo de cirurgia é indicado especialmente para a redução do tamanho ou da largura do nariz, tanto da ponta, quanto dos ossos do dorso ou das asas nasais.

     

    a) Ressecção das asas nasais: esse procedimento faz parte da rinoplastia de redução. Ele retira parte dos tecidos que compõe as asas do nariz a fim deixá-lo mais fino e proporcional aos traços da face.

    b) Redução do dorso nasal: geralmente, as pessoas que procuram esse tipo de plástica, queixam-se de protuberâncias no nariz. Há casos em que o dorso é alto, mas a ponta do nariz é pequena. Para a correção, o cirurgião pode recorrer a enxertos de cartilagem na área, a fim de projetar a ponta de forma mais harmoniosa. Já nos casos em que o dorso é largo ou alto, pode ser feita a raspagem dos ossos no local para deixá-lo mais fino ou remover o excesso ósseo cartilaginoso.

     

    2. Rinoplastia de aumento: tem como finalidade aumentar as dimensões do nariz devido ao subdesenvolvimento congênito ou também em casos de perda de partes do nariz em razão de acidentes. São feitos enxertos de cartilagem ou de ossos, que podem ser extraídos de outras partes do corpo e aplicados no nariz. 

     

    3. Rinoplastia pós-traumática: é indicada para os casos em que o paciente tenha sofrido algum trauma, acidentes ou lesões na região do nariz que tenha afetado sua estética ou funcionalidade. As alterações mais comuns são os desvios de septo. Quando feita logo após o trauma, esta cirurgia tem grandes chances de ser bem-sucedida.

     

    4. Correção de columela: a columela se refere à região do meio do nariz que faz a separação entre as fossas nasais. Quando ela é pequena demais, podem ser aplicados enxertos cartilaginosos para a correção. Já nos casos em que a columela fica pendente para fora do nariz ou tem um tamanho desproporcional é possível fazer a retirada da parte cartilaginosa, a fim de manter a proporção.

     

    5. Projeção da ponta do nariz: muitas pessoas têm como ideal estético o desejo de um nariz arrebitado. Para fazer essa projeção, é preciso remodelar a simetria da ponta nasal. Para alcançar a proporção, é preciso seguir alguns parâmetros de ângulo entre o nariz e o início do lábio superior, que é diferente em cada caso.